Reforma Protestante e Discipulado Cristão

reforma1

“Será que perderam o juízo? Tendo começado no Espírito, por que agora procuram tornar-se perfeitos por seus próprios esforços?” – Gálatas 3.3, NVT.

Às vezes você descobre que está numa religião, tentando fazer o Evangelho parecer-se com isso. É exatamente o que a Reforma vem trabalhar. Hoje nem argumentamos tanto a “mecânica” da salvação; nas igrejas evangélicas, é ponto pacífico que a salvação é pela graça, por meio da fé. Mas, se a Reforma fosse hoje acredito que Martinho Lutero teria um olhar a mais para Rm 1.17, que diz que o justo viverá pela fé. Talvez, ele se debruçaria mais sobre a “dinâmica” da salvação, ou seja, o caminhar, o desenrolar dela – o discipulado.

Não que os reformadores não tenham tratado deste assunto, porém, em nossos dias, isso nem sempre é tão falado, divulgado e lembrado nas comemorações da Reforma; é hora, portanto, de retornarmos às Escrituras para nos alimentar neste séculos cada dia mais da verdade eterna.

(Mensagem pregada na Igreja Batista em Vila Galvão em 04/11/18)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: