A Missão da igreja

proposito igreja

Com tantas igrejas pregando heresias, o mundo, e até os crentes(!), ficam confusos acerta do propósito da igreja. Afinal, qual é a missão dela? Buscar com que as pessoas fiquem ricas? Dar sucesso a todos?? Abordamos este assunto no domingo passado na igreja. Terminei a série de duas mensagens sobre “Os propósitos bíblicos da igreja” e abaixo destaco e compartilho alguns pontos principais das mensagens pregadas:

A Missão da igreja

“…mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem comportar-se na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade” 1 Timóteo 3:15

Com este texto abrimos a sobre os propósitos bíblicos da igreja, que são:

  1. Adoração
  2. Edificação (ensino + comunhão)
  3. Evangelização
  4. Ação social

Muitas pessoas hoje questionam a ação ou até a existência de Deus, em função dos problemas, catástrofes e maldades presentes no mundo. Vimos, entretanto, que este questionamento os homens fazem a partir do seu próprio pecado – que, por sua vez, é a causa dos problemas desta terra, associado à ação de Satanás.

Deus mostrou Seu amor ao mundo quando enviou Seu Filho Jesus Cristo para executar a Obra de Salvação do ser humano. Jesus morreu na cruz e pagou por nossos pecados, a fim de salvar todos aqueles que cressem em Sua vida, obra e mensagem.

Continuando a mostrar Seu largo amor ao mundo, Deus executa hoje uma obra na vida dos salvos, a igreja, dando a Pessoa do Seu Espírito, dons e propósitos para executarmos na face da terra, proclamando a mensagem de salvação e trabalhando na edificação dos discípulos de Jesus Cristo. Assim somos coluna e fundamento da verdade.

E, o que precisamos fazer, então, até a volta de Cristo?

1. Adoração – Jo 4.23,24
A primeira atividade da igreja é a adoração. A igreja primitiva se reunia para adorar a Deus e prestar-Lhe culto regularmente, uma prática ordenada e recomendada pelo Novo Testamento. Quando Paulo fala em 1Co 16.2 para que os crentes separem dinheiro para as ofertas semanalmente, dá a entender que havia um culto regular, no Dia do Senhor – como fazemos hoje. Vamos encontrar também Hebreus 10.25 que a adoração é a principal função da igreja reunida.

Somente Deus é digno de louvor e adoração. Quanto Ele instrui a nos reunirmos para adorá-lO, não está sendo um egocêntrico querendo atenção, Ele é um ser puro e fomos criados para a Sua glória, Ele é completamente bom, poderoso, sábio e cheio de atributos maravilhosos de grandeza e bondade, digno deste reconhecimento por parte do homem, e como criaturas precisamos dessa bondade, fonte de amor e da bênção que é a comunhão com Ele!

Nossa Declaração Doutrinária (Batistas Brasileiros) diz que o ser humano foi “Criado para a glorificação de Deus” e que “Seu propósito é amar, conhecer e estar em comunhão com seu Criador, bem como cumprir sua divina vontade.” Jesus Cristo abriu o caminho para o Culto em Espírito e Verdade. Louvemos ao Senhor!

2. Edificação – Cl 1.28
Este tem sido um propósito esquecido por muitas lideranças das igrejas. Muitos púlpitos têm perdido em essência e conteúdo, muitos pastores e pregadores têm se ocupado com tantas outras coisas na igreja, que a Palavra fica por último. As próprias igrejas precisam liberar seus pastores para colocarem a pregação da Palavra em primeiro lugar.
Os pastores foram dados às igrejas, conforme EF 4.11-16, para a tarefa de preparar os santos, as ovelhas, para a obra do ministério. Isso envolve cuidado com a exposição fiel da Palavra e capacitação.
A Missão é cumprida com uma diversidade de dons dados por Deus, mas não podemos ter divisão, pelo contrário, precisamos todos ter o mesmo “gol”, o mesmo foco, somos uma equipe trabalhando para o mesmo e único Senhor.
Cheios da Palavra, e no exercício dos dons dados por Deus a cada cristão, edificamos uns aos outros, por meio dos nossos relacionamentos; essa é a verdadeira comunhão, para ficarmos cada vez mais parecidos com Jesus. A edificação portanto, contempla ensino ecomunhão.
“Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência. Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou. Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações, visto que vocês foram chamados a viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seus corações. Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai”– Colossenses 3:12-17.
Em linhas gerais, assim Deus planejou a edificação da igreja.

3. Evangelização – Mt 28.19 e At 1.8
Esse é talvez o propósito mais conhecido da igreja. O “Ide” de nosso Senhor Jesus Cristo, é claro: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações” – Mateus 28.19.
E aqui, irmãos, precisamos admitir uma falha. Nós fazemos missões, muitas vezes, nas nações, no nosso País e até no Estado, por meio das agências missionárias e das campanhas que realizamos; Deus seja louvado por isso, e não podemos jamais parar!! Entretanto, o trabalho em Jerusalém, ou seja, em nossa cidade, deve ser feito pelas igrejas locais.
Por isso temos que ter duas preocupações em mente a fim cumprirmos integralmente o “Ide”: dar frutos no local onde estamos e jamais deixar de investir em missões. O ardor missionário nos ajuda a manter viva a reflexão de nossa tarefa como igreja local: testemunhar de Cristo com vida, palavras e fazendo discípulos.
Precisamos perder qualquer receio de evangelizar e nos capacitar para isso (temos abordado o assunto nos cultos de Quarta e vamos continuar prosseguindo em outras oportunidades também), pois Jesus nos deu não apenas a tarefa, mas o Seu Espírito para realizá-la (At 1.8). Portanto, dê testemunho de Cristo.
Para a igreja ser fiel ao Senhor e lhe agradar o coração, deve se esforçar para levar o Evangelho a todas a pessoas. A igreja não pode ficar fechada em si mesmo.
Precisamos fazer discípulos, essa é a nossa missão, amém.

4. Ação social – Tg 2.15-17
Precisamos, ainda, como igreja, demonstrar amor e compaixão para crentes e descrentes, Jesus se importava com os problemas e desafios dos necessitados e sofredores.
Precisamos ter compaixão e graça e estender a mão e ajudar sempre, não negar aquilo que nos for possível fazer. A parábola do bom samaritano (Lc 10.25-37) ilustra isso: Qual a necessidade que estamos vendo das pessoas próximas a nós (o irmão na fé, amigo mesmo não crente ou até desconhecido) que podemos ajudar com os recursos que temos?
Se Deus tem nos abençoado, precisamos compartilhar e praticar o mandamento: ama ao próximo como a ti mesmo.

Qual deles é o mais importante?
Esses são os 4 propósitos da igreja até o fim do mundo e a responsabilidade de cada igreja local. Mas, alguém pode perguntar, sinceramente: “qual dos propósitos a igreja deveria se ocupar mais?”
Entretanto, todos eles foram ordenadas por Deus na Bíblia, portanto todos são importantes e estão interligados. Para uma boa saúde espiritual, a igreja deve equilibrar a dedicação a cada um deles, como numa dieta balanceada, onde tudo o que é bom é necessário para a saúde e bem-estar do corpo.
Queridos, que como igreja não percamos de vista as nossas metas, e como indivíduos nossas responsabilidades espirituais.

Tempos difíceis
Vimos, ainda, que a igreja de Cristo nunca viveu um cenário tão hostil para os valores básicos da vida cristã, como a santidade e a vida em família. Eu não estou falando de perseguição por crer em Jesus, embora jamais venha a diminuir essa dificuldade e o preço pago com a vida pelos mártires por causa da sua fé, mas, o que eu estou falando, é que parece que nunca respiramos um ambiente tão tóxico para a vida do cotidiano cristão.
Como me disse um colega pastor de Fortaleza, Pr. Barbosa Neto, por e-mail: “Ao que parece, o mal está mais profundo e ativo e vai sendo aceito e promovido na sociedade com ousadia cada vez maior e dentro da igreja. Não se trata de algumas concentrações de rebelião aqui e ali. A sociedade toda parece agitada e rebelde. Por certo, vivemos em “tempos difíceis”.”
Entremente, vamos lembrar que a Obra do Evangelho é maior do que a obra do pecado e de satanás juntas! Cristo é superior em força, poder, sabedoria sobre todas essas coisas e estará com usa igreja todos os dias até o fim – foi a promessa dada juntamente com a missão da igreja em Mateus 28.19-20. Precisamos, somente, entender que tudo o que já aprendemos sobre o Reino de Deus foi bênção, mas pode ser pouco para os dias de hoje; é preciso nos entregarmos mais, e estamos abertos para novidades da parte de Deus, a fim de sermos capacitados para não deixarmos de cumprir nossa missão.

Ao final do Culto, logo após a mensagem, cantamos a música “Jesus Cristo mudou meu viver”. Se Ele mudou nosso viver, deixemos que Ele continue fazendo isso para a Sua glória e cumprimento dos Seus propósitos na terra através de nós, assim, seremos, então,coluna e fundamento da verdade.

Que a graça nos acompanhe, em Nome de Jesus, amém!

Pr. Leandro

PS: Coloquei atrás do púlpito, de modo permanente, um banner (imagem abaixo) destacando esses quatro propósitos, que constitui a Missão da igreja, a fim de que os irmãos estejam sempre se lembrando dele, para que eu possa fazer menção deles em outros sermões – tudo com o objetivo de que nossa igreja local JAMAIS de desvie dos seus propósitos estabelecidos por Deus; vamos ser fiéis! Muitas pessoas e igrejas estão padecendo nesta é poca em função de “criatividade espiritual” (falo um pouco disso em outra postagem, clique aqui).

propositos Igreja

Um comentário em “A Missão da igreja

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: