É através da oração que estreitamos o relacionamento com nosso Deus! – Pr. Barbosa Neto


É muito comum ouvirmos a expressão oração é orar com ação”, numa alusão à importância não só do falar, mas também do agir. Mas a verdade é que tudo parte de um princípio de busca do homem a Deus, e a oração é o meio que temos para nos aproximarmos do Pai. Além disso, a Palavra fala que “a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5.16), e o que não faltam são exemplos na própria Bíblia sobre o poder da oração na vida dos que são fiéis a Deus.
A definição dada pelo dicionário à palavra oração é “prece sobre forma de meditação”. Ao verificarmos o significado da palavra prece encontramos “tipo de oração (oral, escrita ou em pensamento) que se faz a um santo ou divindade para agradecer, louvar ou suplicar”. A partir destas definições, podemos deduzir que a oração – ou prece – é feita com um motivo. Se formos observar na Palavra de Deus, observaremos que desde o criação do homem no Éden, Deus buscar ter um relacionamento conosco. Ele passeava pelo Jardim com Adão na viração do dia, e mesmo quando o homem se escondeu por causa da desobediência, pôde ouvir a voz de Deus o procurando.
Partindo deste princípio, do relacionamento que Deus quer ter conosco, vemos que a oração é o caminho que temos para este relacionamento íntimo com o Senhor. É, portanto, mais do que um simples “falar com Deus”, e sim uma busca por relacionamento íntimo com Deus. Orar é a abertura para que Deus se aproxime de nossas necessidades. É o fôlego da vida espiritual. É entrada no impossível. Orar é comunicar-me, relacionar-se com Deus, Aquele que nos criou!
A pessoa que não tem esse diálogo diário está espiritualmente apática, sem vida. Assim como a Lua depende da luz do Sol, assim também dependemos da luz de Cristo em nós par vivermos. Essa realidade será vivenciada quando se tomar a atitude de exercitar essa comunicação constante, diária com o Pai Eterno e Criador, o nosso Deus.
Diz a Palavra: “De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando terminou, um de seus discípulos lhe pediu: Senhor, ensina-nos a orar…” (Lucas 11.1). A frase dita a Cristo pelos discípulos permanece para os dias de hoje, já que muitos de nós, até obreiros (pastores) se questionam sobre como se deve orar. Isto é muito comum principalmente entre novos convertidos – quantos já se negaram a orar em público por “não saber”? – mas também a falta de oração constante acontece também entre muitos de nós, pastores, líderes, muito ocupados, sem tempo para nada, dada a correria pela sobrevivência da vida, ou por não sermos disciplinados, por nos ocuparmos muito mais com a administração disso e daquilo e nos esquecemos do principal, que é o nosso relacionamento íntimo com Deus! Concordam comigo?…
Não que haja uma regra – e é importante deixar isso bem claro -, mas o modelo da oração do “Pai Nosso” nos ensina muito sobre como, de fato, se deve orar. E Jesus ensinou: “Portanto, vós orareis assim…” (Mateus 6.9-13). O início, demonstrando a soberania a soberania de Deus, a quem devemos nos dirigir em adoração: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome”; a ênfase em demonstrar que devemos buscar, acima de tudo fazermos a vontade do Pai; buscar o reino em primeiro lugar; sobre o cuidado e provisão de Deus pelo “pão nosso de cada dia” quando pedimos o que realmente precisamos; a confissão de pecados “perdoa-nos as nossos dívidas”, a recompensa pelo amor ao próximo ao ver nossas dívidas perdoadas “assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” etc.
Ressaltamos, meus amados, que o modelo da oração do “Pai Nosso” nos ensina o caminho da oração que devemos fazer a Deus. É um exemplo, mas Deus quer conhecer as nossas petições através de um verdadeiro relacionamento íntimo com Ele! E quanto mais oramos, mais aprofundamos o nosso grau de intimidade com o Pai! Estamos fazendo assim? Com você a palavra!… Só você sabe como estar aa sua vida íntima com o Pai!
A recomendação bíblica é direta: a oração deve ser constante, em todo o tempo (Efésios 6.18), sem cessar (I Tessalonicenses 5.17), de todo o coração (Jeremias 29.12-13), até a resposta divina (Jeremias 33.3). A igreja primitiva perseverava em oração (Atos 2.42), era uma das suas características mais marcantes, e isso contribuía para o acréscimo das almas àquele comunidade! Sua igreja não está crescendo? Quem sabe seja por falta de intimidade sua e da membresia da igreja que você pastoreia com o Pai! Pense nisso, seriamente!…
O que não faltam são exemplos bíblicos sobre o poder da oração, e o tempo todo, os apóstolos vão exortar a igreja a orar. Uma das passagens mais notórias sobre o poder da oração é relatada em Atos 12: enquanto Pedro estava encarcerado “havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele” (v. 5).
O resto da história é uma das mais belas provisões divinas, já que o anjo do Senhor libertou seu servo da prisão! Louvado seja Deus! Quando Pedro chega à casa de Maria, onde outros discípulos estavam reunidos em oração, nem os próprios acreditam de início no milagre! Também, muitos de nós, pastores e líderes, oramos, mas nem sempre acreditamos que o milagre irá acontecer, não acreditamos na intervenção do Senhor nosso Deus! Concordam comigo?!…
Quem também viu, literalmente, cadeias caírem em meio à orações e louvores foi o apóstolo Paulo. Atos 16 relata o conhecido milagre, e é mais uma lição para nós, pastores, líderes  e membros, sobre a importância de se orar em todo o tempo, para termos cada vez mais intimidade com o Pai!
Façamos isso. Agora. Neste momento. Dobre os seus joelhos e ore.
Seu menor conservo,
Pr. Barbosa Neto 
Fortaleza – CE
Fonte: Recebido do autor por e-mail.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: