HÁ ESPERANÇA PARA NÓS

É nos momentos que mais precisamos de Deus que estamos distantes dEle.
É quando nossos pensamentos estão confusos, possivelmente mais no mundo do que na Bíblia, que mais precisamos dEle para vencer desafios.
Mas, é por Sua graça e grandeza que Ele nos ajuda, não é por obras nossas.
Não significa que possamos ou devamos viver uma vida desregrada longe da Sua presença.
Significa que nós somos frágeis diante dos desafios, e Ele nos leva a desafios, para que O procuremos, pois Ele não nos quer longe de Sua santidade. Depende de cada um a escolha. Nós fraquejamos, seja por dentro, seja por fora. Às vezes por ambos os lados. Mas há esperança para nós, pois nosso Deus não nos desampara, Ele nos ajudará. Ele nos ajudará!
Não há cristão na face da terra que, ao se arrepender, não alcance Sua mão e Seu favor.
Então a decisão é pessoal em confessar a Jesus que se precisa da Sua ajuda para vencer.
Nos desafios vamos vendo quem somos em dois sentidos. Primeiro e óbvio: somos frágeis; segundo: o que vamos escolher?
É desta maneira que conhecem-se cristãos. É assim vão se firmando o número deles, ou vão diminuindo os que caminham pela senda da fé.
Quero ser contato entre aqueles que não desistiram, mas buscaram o Redentor. Que mesmo caminhando já há certo tempo reconhece que vamos precisar sempre dEle. Em nós não temos nenhum poder.

O Salmo 103 esclarece bem a questão:
Salmos 103
[Salmo de Davi] Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.

Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios.
Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades,
Que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia,
Que farta a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.
O SENHOR faz justiça e juízo a todos os oprimidos.
Fez conhecidos os seus caminhos a Moisés, e os seus feitos aos filhos de Israel.
Misericordioso e piedoso é o SENHOR; longânimo e grande em benignidade.
Não reprovará perpetuamente, nem para sempre reterá a sua ira.
Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniqüidades.
Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem.
Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.
Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o SENHOR se compadece daqueles que o temem.
Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó.
Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce.
Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido.
Mas a misericórdia do SENHOR é desde a eternidade e até a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos;
Sobre aqueles que guardam a sua aliança, e sobre os que se lembram dos seus mandamentos para os cumprir.
O SENHOR tem estabelecido o seu trono nos céus, e o seu reino domina sobre tudo.
Bendizei ao SENHOR, todos os seus anjos, vós que excedeis em força, que guardais os seus mandamentos, obedecendo à voz da sua palavra.
Bendizei ao SENHOR, todos os seus exércitos, vós ministros seus, que executais o seu beneplácito.
Bendizei ao SENHOR, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio; bendize, ó minha alma, ao SENHOR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: