Esperanças em diálogo

Em termos simples e direto… Deus não te dá uma poupança gorda, mas te dá maná todos os dias da sua vida, todos os momentos, em todas as situações que vocÊ pedir e ele atender por graça. Muitas vezes nos preocupamos com todas as coisas, com pagamentos, com compras, as Deus está cuidando de nós por Sua infinita graça e bondade.
Ele está nos proporcionando um caminhar diário com Ele, para Ele, e quando caminhando para Ele vamos na direção dos Seus mandamento: Amar Deus sobre tudo e ao próximo exatamente como a nós mesmos.
A provisão diária, e não uma poupança gorda que nos faça descansar nela, nos leva, como aos israelitas no deserto, a depender de Deus, a olhar para Deus e a buscá-lO, ao passo que uma gorda provisão, definitiva, poderia fazer nós nem lembrarmos de Deus. Essa relação dos valores, bens seculares e nós mesmos tem em si a possibilidade de um trabalhar que Deus pode proporcionar para nós, afim de revelar tantas coisas que nós queremos. “Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração”. Mt 6.21. Aonde Deus está dizendo para você por o seu tesouro? Está dizendo para você dar dinheiro a igreja? A ajudar um necessitado, ou vários? A ajudar seus pais ou seus filhos? Isso é uma maneira de fazer o coração do homem se voltar para um determinado lugar, pessoa e/ou situação.
O medo na alma está fazendo as pessoas buscarem uma segurança eterna, permanente, contudo Deus é superior em segurança e provisão, em relação a tudo o que pode prover o ouro, para tudo o que a minha alma busca. O homem está buscando dinheiro e Deus diz para ele dar dinheiro, colocar dinheiro em determinados lugares para colocar o coração nas coisas certas. Se nosso coração tem que estar em Deus, ofertas devem ser dirigidas a Ele. Não estou dizendo dar todo dinheiro à igreja, pois muitas já tem até demais, mas no que Ele dirigir no que você coloque, que seja para a glória dEle. Conquanto isso não seja o modelo de relacionamento com Deus, que é pela graça, faz parte do relacionamento com Deus. Não se consegue nada em troca, não é barganha, mas se coloca as coisas nos devidos lugares. Deus está tirando nossa confiança no dinheiro quando nos faz doá-lO (com direção de Deus), para confiarmos nEle.
Porém, Deus não se vê.
O fato de nós não vermos a Deus não significa que não podemos tê-lO singularmente na vida, e experimentarmos coisas novas, diferente e boas em nosso interior e também fora de nós, extra-nós para termos nossa provisão a tudo o que precisarmos nessa terra. A fé entra no cenário agora. A fé é o “através” por onde abrimos este portal em direção ao Senhor. Onde há comunicação (um fala e outro escuta e vice-versa) e não apenas mais contemplação das coisas criadas. Podemos aprender lições na criação/ natureza…? Sem dúvida nenhuma, contudo não na intensidade da fé. A questão é (para a fé operar) continuar a falar com Deus e a buscá-lO todos os dias, então alcançaremos proezas. E as maravilhas de Deus podem ter simplicidade e ser maravilha ainda assim.
Assim como lemos um pouquinho da Bíblia todos ou dias na esperança de ser alimentado(a) e com o tempo ter algum conhecimento do todos para nos lembrarmos, edificarmos e usarmos sempre que desejarmos, assim é a opção de falar com Deus, que provê diariamente seu maná em casa época.
Sobre a fé, ela vem por ouvir. Se você ouve a Palavra, a lê, então agora é hora de falar, o diálogo com o Senhor já começou.
Pense nisso. Do it.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: